fbpx

festas

O Natal representa vida, renovação, tempo novo. Celebrar esse momento especial com familiares e amigos é muito bom, mas não podemos nos esquecer da saúde: física e mental. O pesquisador e cardiologista Valério Vasconcelos, que é autor do livro “O coração gosta de coisas boas”, sugere alguns itens para colocarmos na nossa ceia de Natal. Além de alimentos, ele cita otimismo e música como ingredientes indispensáveis para a noite.

Vinho tinto

O consumo moderado de vinho tinto está associado à redução da mortalidade e das hospitalizações por doença cardiovascular relacionada à placa de gordura nas artérias do coração (angina e infarto). A ingestão moderada de álcool (uma a duas doses) promove elevação nos níveis de HDL (colesterol bom) semelhante à encontrada com a prática de exercícios, que é de aproximadamente 12%.

A maioria dos efeitos protetores do vinho tinto na aterosclerose, lembra o cardiologista Valério Vasconcelos, é atribuída aos flavonoides, que possuem propriedades antioxidantes, vasodilatadoras e antiagregante plaquetária.

Quem toma um cálice de vinho ao dia, durante as refeições, com o objetivo de evitar possíveis problemas no coração, mas tem como inconveniente os efeitos colaterais do álcool, pode substituir a bebida por suco de uva.

Chocolate amargo

Comer chocolate amargo algumas vezes na semana reduz o risco de contrair doenças cardíacas, pois o alimento protege o sistema cardiovascular, esclarece o cardiologista Valério Vasconcelos. O raciocínio é que o grão de cacau é rico em flavonoides. Além de ter qualidades antioxidantes, os flavonoides possuem outras influências potenciais sobre a saúde vascular, como baixar a pressão sanguínea, melhorar o fluxo sanguíneo para o cérebro e o coração e tornar as plaquetas sanguíneas menos pegajosas de coagular.

Atualmente, não há um tamanho de chocolate estabelecido para ajudar as pessoas a colher os benefícios cardiovasculares que o chocolate amargo pode oferecer. Então, por enquanto, desfrute de porções moderadas de chocolate amargo (30g, o que corresponde a um quadrado de um tablete com aproximadamente 170g) algumas vezes por semana.

Leia a matéria completa: portalcorreio.com.br

Fonte: portalcorreio.com.br

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Leia mais

Política de privacidade e cookies